Conheça o novo projeto do Instituto Onda Azul em parceria com a Petrobras




O Instituto Onda Azul teve um projeto aprovado e classificado no edital Petrobras Socioambiental 2021. O projeto “Uso Sustentável de Sistemas Lagunares” contará com a contribuição de professores e pesquisadores de diversas universidades do Rio de Janeiro, além profissionais multidisciplinares, para o desenvolvimento de estudos e estratégias de fortalecimento em cinco comunidades de quatro municípios fluminenses (Amendoeira e Itapeba - Maricá; Mombaça - Saquarema; Baleia - São Pedro da Aldeia e Siqueira - Cabo Frio).

Com isso, o principal objetivo é fortalecer essas comunidades através de demandas locais a partir do monitoramento da produção pesqueira e valoração da cadeia produtiva, do Turismo de Base Comunitária (TBC), de ações de Educação Ambiental (EA) e do engajamento das comunidades em capacitações direcionadas para geração de renda. Assim, teremos 3 principais eixos de atuação:

  • Pesca Sustentável e Qualidade de Vida

Compreende a caracterização da atividade pesqueira, a descrição da estrutura trófica dos sistemas lagunares, e o estabelecimento de um “hub” de difusão de conhecimentos através da educação ambiental chamado Teia dos Saberes. Este conjunto de ações visa a adoção de práticas de pesca responsáveis. Isso será feito através da melhoria na forma de obter os dados e informações, no diagnóstico dos meios de vida das comunidades e na caracterização dos compartimentos bióticos de cada sistema lagunar. Essas ações têm como objetivo simular cenários, auxiliando na gestão das lagoas, além de subsidiar intercâmbio de aprendizagem e experiências através da educação ambiental.


  • Turismo de Base Comunitária (TBC)

Esse eixo utilizará a Teia dos Saberes como polo de turismo científico, buscando a sensibilização e engajamento dos parceiros para desenvolver uma roteirização de vivências. Além disso, serão realizados eventos de capacitação comunitária e cursos de formação de condutores aptos a apresentar as potencialidades turísticas de cada localidade.


  • Desenvolvimento econômico e fortalecimento comunitário

Este promoverá a oportunidade de geração de renda nas comunidades a partir do estabelecimento da certificação social do pescado, criação de uma rede de comercialização de pescado e cursos de capacitação em empreendedorismo.


As atividades do projeto terão início em 2022 e terão a duração de dois anos.

50 visualizações0 comentário