Está na hora de falarmos dos direitos da natureza no Brasil

Por Ricardo Farias

Ser ambientalista, ecologista ou simpatizante da causa ambiental no Brasil não tem sido fácil. A nova ideologia do conservadorismo radical que se instalou no governo tem trabalhado intensamente para dizimar qualquer política ambiental do país, não importando quais são as consequências a médio e curto prazo. Poucos percebem que o desenvolvimento do país virá através de uma economia verde. Por isso, mais do que nunca é preciso considerar a implementação dos direitos da natureza na constituição nacional.


A política ambiental no Brasil sempre foi colocada como flexível por diversos governos, sendo implementada somente nos casos em que não havia o interesse desenvolvimentista pelo poder público e a iniciativa privada. Bolsonaro vai além. Mais do que considerar que a política ambiental é uma política de “esquerdistas”, ele tem desmantelado toda a estrutura dos órgão ambientais (IBAMA, ICMBio e etc) e, através de seu ministro do meio ambiente, se omitindo criminosamente em resolver o problema do fogo na Amazônia, além de ter atacado fortemente a atual legislação ambiental, como o caso da defesa de mineração em terras indígenas e a permissão para o cultivo de cana de açúcar na floresta Amazônica.


Por outro lado, governos de esquerda, que tiveram grandes avanços na aprovação de leis de proteção ambiental, também priorizaram a agenda desenvolvimentista a todo custo quando entraram de sola na aprovação da usina Belo Monte e, já no governo Dilma, ao diminuir a fiscalização e o combate ao desmatamento na Amazônia.


A agenda ambiental tem sido sempre encarada como um entrave às ideias de desenvolvimento propostas pelos governos, sejam de direita ou de esquerda. Na verdade, ela deveria ser encarada como uma das principais alternativas para o crescimento do Brasil através da bioeconomia e do desenvolvimento sustentável, visando uma economia de baixo carbono e mais distributiva.


Está na hora de aprendermos com os nossos vizinhos equatorianos a pensarmos em como emendar a constituição para garantir os direitos da natureza.


Fonte: Linkedin

1 visualização

Conecte-se

Assine a nossa Newsletter

Fale Conosco

Em caso de dúvidas ou sugestões, entre em contato conosco

Endereço

Edifício Orly Avenida Marechal Câmara, 160 - Sala 414 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20020-907

Telefone

(21) 2551-7215

EMAIL

© 2020 - Instituto OndAzul